sexta-feira, 31 de julho de 2015



"A você que acende todas as luzes da sua casa na tentativa de iluminar a si mesmo, uma oração. A você que diariamente vem a mim como a um templo em busca de uma razão pra viver, um sopro de paz. A você, ser vivo inconcluso, que se espelha em mim como a um fiel diante da estátua de seu Deus, uma prece. A você, partícula que ainda vela e lamenta a carcaça do que poderia ter sido, uma bênção. A você, ser movente longe da consciência da própria existência, fisicamente débil, espiritualmente distante de si, um pensamento de paz. Que os mensageiros divinos se apiedem e levem essa prece para as alturas e que assim possam mostrar-lhe a saída dessa prisão escura onde vive, desse passado doloroso, quase insuportável, livrando sua alma desse fardo imenso da solidão e ajudem você a encontrar um caminho para si mesmo e para a felicidade eterna. Rezo para que um dia você consiga fazer as escolhas certas ainda nessa vida e que em lugar de levar a discórdia, leve paz aos seus, e que, após doze anos tateando no escuro, você finalmente consiga se libertar dessa bola de ferro atada à perna. Que a paz esteja com você hoje e sempre. Amém."

Nenhum comentário:

Postar um comentário