quarta-feira, 7 de julho de 2010

De um corpo

Três casas. Em cada caso uma história e um homem depois de três anos. Novecentos e poucos dias tecendo, tecendo... grudando as esquinas do teto ao teto. Pra mais tarde o tempo espanar.
E ela, sendo apenas uma, repuxa, com as patas finas e frias, as pontas da teia num arremate irônico de vida e morte. Ajoelhada, ao lado de um corpo inerte, se dispõe a chorar profundamente. Chora a casa que não lhe pertence, os pais do segundo a caminho, o primeiro ex na cozinha lavando as mãos e fazendo panos quentes, o terceiro, estendido no chão de um dos quartos, com o pescoço maculado por dedos.
Talvez pegasse treze anos... pensava... a sensação de sabê-lo preso entre estranhos a apavorava. O nervosismo aumentava à medida que o via circular arrumando objetos à toa, que o via caminhar devagar à espera...
Tentou arrumar as pernas, os braços do corpo... em breve poderia ser enterrado a contento. Exasperava-se com a teimosia morna dos membros.
Olhou ao redor, para o teto, as paredes brancas, sem saber o que era que precisava desejar. Salvar o plácido assassino que flutuava por entre a mobília empoeirada... evitar que o segundo e sua família flagrassem o trágico arremate... se entregar ao choro convulsivo na perda para sempre... Tonta, a cabeça quente, os olhos quase cegos, o dorso jogado sobre o corpo, o rosto fervia entre os braços cruzados... a alma soluçava beirando a inconsciência.
Um lampejo louro, um anjo talvez... sugere, em meio à brisa calma da tarde, um sopro de vida movendo o corpo, ainda... Quase sem querer, ela pára o circo, ergue-se incrédula.
O pescoço dele...
...pulsava.
E os olhos...
...estavam novamente nos dela.

3 comentários:

  1. Gatona, coisa boa encontrar vc na blogosfera. Saudades do nosso tempo teatrando juntos. Beijão e passa no Cleytudo.

    ResponderExcluir
  2. Fantástico teu texto, muito profundo, confesso até que precisei ler 2x o texto para conseguir chegar a toda sua complexidade, parabéns vc escreve muito bem, ainda bem que vc decidiu compartilhar com todos um pouco de seu talento e de sua mente.
    bjs

    ResponderExcluir